segurança pública

Em Inajá, PM de 32 anos morre ao tentar evitar assalto a duas agências bancárias

PUBLICADO EM 02/07/2014 ÀS 17:16 POR  EM NOTÍCIAS
O Comando da Polícia Militar de Pernambuco informa com pesar que o 3º sargento Anderson de Oliveira Souza, de 32 anos, foi morto a tiros durante tentativa de assalto realizada a duas agências bancárias, sendo elas do Banco do Brasil e Bradesco, no município de Inajá – Sertão do estado, durante a madrugada desta quarta-feira (02).
Segundo informações preliminares, a quadrilha é composta por mais de 10 criminosos, que investiram nas agências fazendo uso de explosivos. Testemunhas do crime acionaram os policiais militares da 4ª Companhia Independente da Polícia Militar (4ª CIPM), por volta das 02 horas da manhã, que saíram do destacamento em uma viatura composta por cinco homens, comandada pelo sargento.
Os PMS foram emboscados pelos assaltantes a cerca de 300 metros das agências sendo recebidos a tiros. A viatura foi atingida por vários disparos de armas de grossocalibre, como fuzil e pistolas. O sargento foi socorrido de imediato pelos outros PMs, porém veio a óbito a caminho do Hospital Regional de Arcoverde.
Ainda durante a ocorrência, o soldado Luiz Sales de Oliveira Alves, 40, também foi atingido por tiros disparados pelos assaltantes, sendo alvejado nas costas; na perna direita e no ombro. Um dos projeteis de grosso calibre que o atingiu nas costas, transfixou o colete à prova de balas e a munição ficou alojada em seu abdômen. Todavia, o PM encontra-se com seu quadro de saúde estável e consciente, tendo sido já removido ao Centro Médico Hospitalar (CMH) da Corporação, onde passou por avaliação de uma equipe médica.
A PMPE já deu início às diligências para captura dos criminosos, cuja operação envolve integrantes da 4ª CIPM – Petrolândia, com apoio da 1ªCIPM – Belém do São Francisco – e da Companhia Independente de Operações e Sobrevivência na Área de Caatinga (CIOSAC), enfatizando ser importante que a população realize denúncias ao Disque-Denúncia – 3421-9595 – que ajudem na localização dos criminosos.
A vítima falecida na ocorrência servia há nove anos na Corporação e foi promovida ao posto de 3º sargento há um ano. O policial militar deixa esposa e três filhos na faixa etária dos 13 aos dois anos de idade. O corpo do sargento está sendo transferido para o IML no Recife e o Centro de Assistência Social da PMPE está prestando auxílio à família, através de uma equipe multidisciplinar composta por psicólogos e assistentes sociais.