Noticias

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

PMs rejeitam proposta de aumento e marcam Assembléia Geral.

Militares rejeitam proposta de reajuste da Segesp

Primeira Edição

Reunião com impacto na folha de pagamento será na próxima segunda (04)
Um areunião nesta terça-feira (29) com os líderes militares da ACS/AL, ASSMAL, ASSOMAL, ARPMAL, ASSORPOBOM, ASPRA e ABMAL e a secretária ajunta da Secretaria de Estado da Gestão Pública (SEGESP), Ricarda Calheiros discutiu uma nova proposta de tabela para realinhamento salarial da categoria. No entanto, a negociação não avançou e a proposta não foi aceita.

Ricarda Calheiros apresentou aos representantes militares uma tabela com a contraproposta que não foi aceita pelos líderes.

Segundo o presidente da Associação de Cabos e Soldados em Alagoas (ACS/AL), cabo José Soares, a proposta mostrada pela secretária adjunta não seria benéfica para a tropa. “Apresentamos outra tabela que será vantajosa para todos os militares e esperamos obter uma resposta positiva na próxima reunião”.

O Comando da PM foi representado pelo subcomandante, o coronel Mário da Hora e o diretor de finanças, coronel Ricardo, que colaboraram para a negociação de classe.

O presidente da Associação dos Subtenentes e Sargentos Militares de Alagoas (ASSMAL), sargento Teobaldo de Almeida declarou que a reunião foi positiva, e que hoje a intenção de aprovar a tabela foi consolidada em três níveis. “Estamos na expectativa de que seja concedido o realinhamento. Só falta o impacto na folha que será feito pela Secretaria da Fazenda (SEFAZ)”.

Na próxima segunda-feira (04), a partir das 15h, será realizada uma reunião entre as lideranças militares e a Segesp com a finalidade de que seja mostrado o impacto na folha de pagamento. O estudo será feito ainda esta semana entre a Segesp e a Sefaz.

Assembleia Geral

Os líderes das associações militares convocam toda tropa para uma Assembleia Geral que ocorrerá na sede da ASSMAL no dia 5 de fevereiro, a partir das 14h.


Nenhum comentário:

Postar um comentário